top of page

Arthur Lira é o novo Presidente da Câmara com 302 votos!

Atualizado: 3 de mai. de 2021

Candidato de Bolsonaro teve apoio de mais da metade dos deputados e venceu Baleia Rossi já no 1º turno.

O deputado federal Arthur Lira (PP-AL) foi eleito ontem (1/02/2021) presidente da Câmara dos Deputados e ficará no comando da Casa pelos próximos dois anos, até 2023.


Lira recebeu 302 votos, mais que o dobro do segundo colocado, Baleia Rossi (145 votos) e mais que a metade dos 505 votantes. Por isso, a vitória foi definida já no primeiro turno.


Além de definir as pautas de votação do plenário, o presidente da Câmara tem a prerrogativa de decidir, sozinho, se abre ou não um processo de impeachment para afastar o presidente da República.


O primeiro ato de Arthur Lira foi anular a votação para os demais cargos da Mesa Diretora e determinar a realização de uma nova eleição. O novo presidente da Câmara cancelou a formação do bloco que apoiou seu adversário, Baleia Rossi, por entender que o registro foi feito fora do prazo. Esse registro havia sido aceito por Maia, atitude que desagradou Lira e seus aliados.


Lira definiu prazo até as 11h desta terça (2) para a escolha dos candidatos e até as 13h para o registro das candidaturas. A eleição foi convocada para as 16h.


Cargos na Mesa Diretora são distribuídos de forma proporcional entre os blocos.


Em seu 1º discurso após ser eleito presidente da Câmara, Lira defendeu um diálogo amplo e a independência do Legislativo. Destacou a importância da vacinação contra a Covid e o equilíbrio das contas públicas.


"Temos que examinar como fortalecer nossa rede de proteção social. Temos que vacinar, vacinar, vacinar o nosso povo. Temos que buscar o equilíbrio das nossas contas públicas", disse.


Afirmou ainda que irá procurar o também recém-eleito presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para articular a votação de uma pauta emergencial.


"Irei propor ao novo presidente do Senado uma ideia geral, que chamo de pauta emergencial para encaminharmos os temas urgentes."


Lira cumprimentou Rodrigo Maia e disse que "a história irá julgar" o legado do deputado do DEM como presidente da Câmara.


Após atritos com o grupo de Arthur Lira, Maia fez um discurso de pacificação antes de deixar o comando da Câmara.


"As brigas passaram, vamos eleger o novo presidente. Tivemos um momento de mais atrito, no meu caso com a candidatura do Arthur Lira. A ele e àqueles que se sentiram ofendidos com algo que falei, não foi minha intenção", disse.


Muito emocionado na despedida, Maia chorou ao falar. "Tenho orgulho de ser presidente dessa Casa e, mais do que isso, de ser deputado federal".

Torun

02/02/2021


bottom of page