top of page

Brasil alcança menor média móvel de mortes em três meses


O pico de mortes por causa da Covid-19 parece fazer parte do passado. Os registros de vítimas registrados em março e abril deram lugar a uma queda dos números nas últimas semanas e isso é comprovado pelo levantamento feito por VEJA. No cálculo da média móvel de óbitos a partir dos dados divulgados pelo Ministério da Saúde, o Brasil registrou 1.609,7 mortes, o menor valor desde os 1.572,7 do dia 9 de março.


O cálculo de médias móveis consiste em somar todos os registros dos últimos sete dias e dividir o total por sete. Assim, é possível ter uma visão ampla do atual momento da pandemia. Os gráficos no final da matéria mostram a evolução diária da média móvel no Brasil, nas cinco regiões geográficas, nos 26 estados da Federação (mais o Distrito Federal) e nas 27 capitais do país.


O cenário é de queda constante no número de óbitos. A avaliação é feita por infectologistas, que fixam variação de 15% em relação aos números registrados duas semanas antes como ponto de inflexão para que se mude a tendência da pandemia. No período, a média móvel de mortes caiu 18,96% (a maior retração desde o dia 17 de maio), o que coloca o país em uma situação de queda.


Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 64.903 novos diagnósticos positivos e 1.893 novos óbitos por Covid-19. Em toda a pandemia, são 18.513.305 contaminados pelo vírus e 515.985 vítimas fatais em todo o território nacional.


Torun

30/06/2021 13h01

bottom of page