top of page

Novo auxílio emergencial deve ser pago a quase 40 milhões.

Atualizado: 3 de mai. de 2021


A previsão é de que cerca de 40 milhões de pessoas recebam novos atendimentos emergenciais, incluindo 14 milhões de pessoas do Bolsa Família. Levantamento do Ministério da Economia indicou que esse seria o número de beneficiários. As estimativas se aplicam a pessoas que ainda estão em situação vulnerável.


No final deste ano, o governo encerrou o plano, que foi implantado em abril, beneficiando 68 milhões de pessoas, das quais 294 bilhões de reais são principalmente trabalhadores informais e pessoas de baixa renda, minimizando assim o impacto da pandemia do coronavírus. No entanto, devido a pressões políticas e econômicas, essa questão foi levantada como a escalada de casos covid-19 após o final do ano.


O governo federal está conduzindo uma nova rodada de negociações de juros com a Assembleia Nacional, mas isso não afeta o teto de gastos.


A pedido do presidente Jair Bolsonaro (Jair Bolsonaro), a equipe econômica reportou aos presidentes do Senado e da Câmara, Arthur Lilla (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG) Foi arrecadado separadamente o valor de pelo menos 250 reais . Sexta-feira (12), em reunião na residência oficial da Presidência da Câmara.


No entanto, o valor da assistência pode chegar a 300 reais. Isso vai depender do número de parcelas. Se forem três, aumenta a chance de um valor de R$ 300, mas, em quatro parcelas, o ganho é uma tendência de R$ 250.


Pelo acordo, o Senado vai incluir uma “cláusula de compensação” na PEC da “Convenção Federal e Emergencial” para permitir o pagamento da ajuda sem ultrapassar o teto de despesas. O objetivo é pagar a ajuda novamente em março.

Torun

17/02/2021


bottom of page