O que é o período da maciça do INSS e como os beneficiários são afetados?

Atualizado: 19 de out. de 2021


Os beneficiários do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) precisam estar atentos a uma série de fatores que influenciam no pagamento do benefício ou na contratação de produtos a ele atrelado, como é o caso do empréstimo consignado. E o período da maciça do INSS é um deles.


Diferentemente dos pagamentos dos benefícios, que possuem datas específicas, a maciça ocorre em um prazo que pode variar de mês a mês.


Para quem não está familiarizado com o termo, abaixo são listadas todas as informações sobre a definição, o cronograma da maciça em 2021 e ainda quais são os impactos desse período na vida dos beneficiários.


Maciça do INSS: o que significa e como funciona?


A cada mês, o pagamento dos benefícios concedidos, mantidos e atualizados do INSS é processado em uma folha pela Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social), responsável pela gestão da base de dados do INSS.


Essa folha de pagamento é chamada maciça e, portanto, o período de maciça é o momento em que esse balanço é realizado.


O processamento da maciça é feito a partir de informações cadastrais e financeiras dos segurados, dependentes e beneficiários enviados pelas Agências da Previdência Social ao Sistema Único de Informações de Benefício (Suibe).


Além disso, também são utilizados sistemas externos para manter atualizados dados que possam influenciar na renda mensal do segurado.


Para que serve o período de maciça do INSS?


O período de maciça do INSS é usado para processar as informações relacionadas ao pagamento do beneficiário no mês seguinte.


Portanto, é uma fase fundamental para garantir que o benefício seja pago corretamente. Qualquer inconsistência cadastral ou de dados pode resultar na falha do pagamento.


Para evitar esse tipo de acontecimento, o órgão realiza análises frequentes na maciça e no processamento de dados.


Assim, trata-se de um período em que os esforços do INSS são voltados para garantir o correto processamento dos dados para pagamento dos beneficiários, e outros procedimentos do órgão acabam ficando em segundo plano.


Confira o cronograma do período de maciça do INSS em 2021


O INSS possui mais de 35 milhões de beneficiários, o que faz com que o período de maciça dure, em média, cinco dias.


A data em que a maciça do INSS ocorre não é padronizada, o que significa que varia a cada mês.


Embora não existam datas definidas para que o procedimento ocorra, o órgão libera uma estimativa de quando ele deve acontecer. Confira as previsões para a realização da maciça do INSS em 2021:


Como a maciça do INSS afeta a liberação de consignado?


Depois de contratado, o empréstimo consignado é pago por meio do desconto na folha de benefícios do segurado do INSS, o que faz com essa modalidade ofereça os menores juros do mercado, já que o risco de inadimplência é baixo.


No entanto, por estar vinculada à folha de pagamento, a liberação do desconto em folha, procedimento chamado de averbação, pode levar um tempo maior que o previsto.


Isso porque, por se tratar de um grande volume de segurados, o órgão acaba deixando em segundo plano outras demandas que surgem no período de maciça para dar prioridade ao processamento da folha.

Torun

16/06/2021 11h43