top of page

Por apoiar Pacheco, PT deve ganhar cargo de Flávio Bolsonaro.

Atualizado: 3 de mai. de 2021


O PT deve opinar nas decisões administrativas e servir como terceiro secretariado dos acordos firmados entre as lideranças partidárias.


Depois de apoiar Rodrigo Pacheco (DEM-MG) na presidência do Senado, o PT deve manter sua posição na mesa da Câmara dos Deputados. Segundo acordo firmado entre lideranças partidárias, o senador Rogério Carvalho (PT-SE) deve atuar como terceira secretaria.


A função em si é uma burocracia, assim como contar votos em uma eleição, mas coloca a sigla da oposição Jair Bolsonaro no comando e tem voz na tomada de decisões administrativas. Até o ano passado, a Terceira Secretaria era ocupada pelo senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do "Zero Um" de Bolsonaro.


Em campos políticos opostos, o presidente e o PT se reuniram para eleger Pacheco. As negociações, que garantiram o cargo sob a sigla, foram conduzidas pelo ex-presidente da Casa Davi Alcolumbre (DEM-AP), padrinho de Pacheco. As eleições, que devem confirmar a criação da nova diretoria, serão realizadas na terça-feira. A única vaga para a qual deve haver uma disputa, entretanto, é a de Primeiro Vice-Presidente. MDB e PSD querem este posto.

Torun

02/02/2021

bottom of page