Prévia da inflação foi de 0,83% em junho, puxada por gasolina e energia


O IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor - Amplo 15), considerado uma prévia da inflação oficial (IPCA), acelerou a 0,83% em junho após ficar em 0,44% em maio, puxada pelas altas na gasolina e na energia elétrica.


No ano, o IPCA-15 acumula alta de 4,13% e, em 12 meses, de 8,13%. Em junho de 2020, a taxa foi de 0,02%.


A meta do Banco Central para a inflação neste ano é de 3,75%, com margem de 1,5 ponto percentual para mais ou menos, ou seja, podendo variar entre 2,25% e 5,25%.


Os dados foram divulgados hoje pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).


Metodologia


Os preços foram coletados entre 14 de maio e 14 de junho de 2021 (referência) e comparados com aqueles vigentes de 14 de abril a 13 de maio de 2021 (base).


O IPCA-15 refere-se às famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos e abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia.


A metodologia é a mesma do IPCA; a diferença está no período de coleta dos preços e na abrangência geográfica.



Torun

25/06/2021 09h54